Publicado em

TREKKING – Circuito 3+ (Caratuva & Pico Paraná & Itapiroca) – 3 DIAS

trekking-pico-parana

TREKKING Circuito 3+ (Pico Caratuva & Pico Paraná & Pico Itapiroca)

Este programa é muito legal! Uma expedição de Trekking em formato de circuito pelos três mais altos cumes da Serra do Ibitiraquire e entre eles, estão os dois mais altos do Sul do Brasil: O Pico Caratuva 1.860m, o Pico Paraná 1.877m e o Pico itapiroca 1.805m. 

Esta linda jornada pelas mais altas montanhas do Sul do Brasil é liderada pela equipe de profissionais da Casa de Aventura que lhe oferecem suporte especializado, estrutura completa de camping e cozinha e é claro, segurança! São três dias de caminhada, três cumes, florestas densas, acampamentos selvagens e visuais lindos! 

Sempre é bom lembrar que a área caracterizada como área de preservação, assim todo cuidado é pouco. E lembre-se de seguir todas as regras de visitação e de mínimo impacto ambiental. Nossos condutores são profissionais nesta área e ótima companhia para você.

Esta, não é uma caminhada a ser subestimada. Venha pronto para dias intensos, prepare-se! As trilhas e ascensões aos cumes são íngremes e lentas. NÃO é uma caminhada fácil, exige muito do preparo físico, alguma agilidade e muita paciência. Sua ascensão também exigirá um mínimo de experiência nos trechos mais expostos, onde há sucessões de escadaria, mata densa e “vias ferratas” – caminhos rochosos equipados com escadas, cabos de aço, pitons, etc. 

“SERVIÇO SEMANAL” – Se você quer ir ao complexo do Pico Paraná sem a multidão que invade o local aos fins de semana, venha conosco para esta mesma expedição em DIAS de SEMANA e tenha a EXCLUSIVIDADE e o PRAZER de estar nas montanhas mais altas do Sul do Brasil sem a baderna e invasão dos finais de semana com a imensa possibilidade de estar SOZINHO por lá! Entre em contato.

 

FICHA TÉCNICA

Local

Fazenda Pico Paraná (Campina Gde do Sul)

Duração

03 Dias / 02 Noites

Distância

18 km "Aproximadamente"

Dificuldade

Técnica: Moderada Física: Moderada - Alta

Acomodação

02 Noites em Acampamento

CONHEÇA QUEM IRÁ LHE CONDUZIR:

pico-parana-guia

Alvaro Walendowsky

Alvaro Walendowsky será o Líder desta Expedição. Alvaro conhece toda a região, é claro. São mais de uma dezena de grupos conduzidos sob sua responsabilidade ao complexo do Pico Paraná e em todos, levou seus clientes ao cume. Sua experiência e conhecimento são provenientes de expedições em montanhas, mares e rios, treinamentos e certificações adquiridas pelo Brasil, Nova Zelândia, Chile, Argentina, Alaska nos Estados Unidos, Peru e Bolívia durante os últimos dezoito anos. Suas habilidades se distinguem entre o montanhismo (Trekking / Escalada em Rocha / Alta Montanha) e canoagem oceânica. É certificado Outdoor Educator & Leave No Trace Master Educator pela NOLS Alaska / Curso de Escalada em Gelo e Progressão em Glaciar / Instructor Open Water Coastal Kayak Level 4 pela ACA – American Canoe Association entre outros.

Suas primeiras caminhadas aconteceram na Serra Geral de Santa Catarina no ano de 2002. Depois, veio os cursos de Escalada Esportiva, Tradicional e Gelo. Dezenas de escaladas em rocha nos estados de SC, PR, e RJ. No Peru realizou de forma autônoma o Trekking Huayhuash em 2015. Escaladas tradicionais como o Capacete no RJ (Via El Kabong e CERJ em 2017. Em 2015/17/18 escalou na Cordilheira Blanca, Peru os Nevados Ishinca 5.530m 2x / Urus 5.423m / Tocllaraju 6.032, Vallunaraju 5.683m / Copa 6.022m (Tentativa), Yanapaccha 5.460m / Mateo 5.150m e em 2020, o Cerro Plata 5.964m. 

 

Ivo Leonardo Schmitz será o auxiliar e cozinheiro desta Expedição. Amante e praticante de diversos esportes ao ar livre, possui grande interesse pela culinária e irá proporcionar aos participantes uma alimentação adequada para as atividades físicas diárias. Sempre preparando refeições com produtos frescos e saudáveis complementando com lanches, utilizando sempre que possível da culinária local.

Membro da Diretoria e Coordenador de Comunicação da FEMESC – Federação de Escalada e Montanhismo do Estado de Santa Catarina e possui grande relacionamento com as Unidades de Conservação Federais e Estaduais no estado, batalhando em prol da preservação do meio ambiente, do desenvolvimento de atividades turísticas e livre acesso aos montanhistas. 

Atualmente também é Diretor Presidente da ASSEPAVI – Ass. de Ecoturismo, Preservação e Aventura do Vale do Itajaí e Voluntário do Projeto CMA – Caminho da Mata Atlântica. Uma trilha de longo curso que vai interligar os estados do RJ, SP, PR, SC e RS com o objetivo de estimular a pratica do montanhismo, de fortalecer o turismo e a base comunitária a estimular a preservação do Meio Ambiente. 

SAIBA PARA ONDE VOCÊ ESTÁ INDO:

Serra do Ibitiraquire – É uma serra no estado do Paraná, situada entre os municípios de Antonina e Campina Grande do Sul, cerca de 40 quilômetros da capital paranaense, Curitiba. Seu nome vem do Tupi Guarani, significando “Serra Verde”. Lá, estão a maioria das montanhas mais altas do sul do país.

Fazenda Pico Paraná – Onde tudo se inicia. A Fazenda Pico Paraná possui infra estrutura básica para atendimento aos montanhistas que vão ao local. A Casa de Apoio ao Montanhista em questão, coloca ao seu dispor: Área de camping + 01 banheiro com chuveiro quente + Cozinha com pia, fogão a gás e fogão a lenha + Áreas de fogueira + Estacionamento + Churrasqueira Móvel + Lanchonete. 

A Casa de Apoio é também o ponto de encontro dos montanhistas e aventureiros da região, que não raro, marcam novas aventuras e contas as antigas, em rodas de amigos, onde, o assunto não poderia deixar de ser, as montanhas!

 

 

Pico Caratuva 1.850m – É a segunda mais alta montanha da região Sul do Brasil. Sua vegetação é composta em quase sua totalidade por Floresta Ombrófila Densa Montana e Alto-montana e de refúgios ecológicos. Diferencia-se das outras montanhas próximas pela presença das antenas de rádio amador em seu cume, as quais podem ser vistas de longe. A subida ao cume levará cerca de 4 a 5 horas. Atravessaremos paisagens lindas pela Floresta Atlântica, passando por riachos, bromélias e caraguatás. No seu cume a vegetação característica da região é a Caratuva – uma espécie de bambú anão de altitude e que dá o nome a esta montanha. Uma planta agradável ao toque e de rara beleza. Do alto do Caratuva é possível avistar ao Leste o conjunto Ibeteruçú, onde, localiza-se o Pico Paraná, o litoral paranaense e destaque para a Baía de Antonina. A Oeste, a represa de Capivari. Ao Norte o Taipabuçú e o Ferraria. Já na porção Sul/Sudeste/Sudoeste destacam-se o Itapiroca em primeiro plano, logo, o Tucum e Camapuam e ainda, ao longe, o imponente Ciririca. Mais distante, se avistam as montanhas das serras da Graciosa, Baitaca e do Marumbi.

Pico Paraná 1.877m – Uma montanha esplendorosa e de formação rochosa de Granito e Gnaisse. Sua descoberta foi através das incursões do pesquisador alemão Reinhard Maack. Entre 1940 e 1941, Maack efetuou outras diversas investidas à Serra do Ibitiraquire com o objetivo de obter medições e anotações sobre a fauna e a geomorfologia da região. Naquela época, ele registrou que o cume do “PP” teria 1.922 metros de altitude, sendo, a partir desse momento a mais alta montanha do Paraná e da região Sul do Brasil. Antes disso, a montanha mais alta do estado do Paraná era o Monte Olimpo. Maack juntamente com os alpinistas Rudolf Stamm e Alfred Mysing e com o auxílio de tropeiros da região, partiram em 28 de junho de 1941 com o objetivo de conquistar o cume da montanha. Stamm e Mysing conseguiram o intento em 13 de julho de 1941. Em 1922 a altitude do Pico Paraná foi aferida em 1.877.392 metros através do GPS – Sistema de Posicionamento Global por três equipes da Universidade Federal do Paraná, coordenadas pelo Professor Paulo césar Lopes Kreeling, do Curso de Pós graduação em Ciências Geodésicas. Esta medida é adotada oficialmente até os dias de hoje.

Pico Itapiroca 1.805m – É a quinta montanha em altitude desta região. Sua aproximação se dá pela principal trilha do complexo. O ataque ao itapiroca se dará no último dia após deixar o Pico Paraná. Esta é a ascensão mais curta e rápida entre todas as anteriores e se faz a partir da trilha principal. Do alto de seu cume é possível avistar praticamente toda a Serra do Ibitiraquire, onde, localiza-se o Pico Paraná. A Oeste a represa do Capivari, ao Norte o pico Caratuva e na porção Sul/Sudeste/Sudoeste destacam-se o Tucum, Camapuã e ao longe o imponente Ciririca com suas placas que se tornam reluzentes ao sol do amanhecer. Mais longe avistam-se as montanhas da Graciosa, Baitaca e o Marumbi.  

Pré requisitos:

BOM Condicionamento físico

Experiência mínima em trilhas e acampamentos são bem vindos

ASSINATURA da Ficha de Inscrição & Termo de Conhecimento de Risco (Enviado por e-mail)

Indivíduo SAUDÁVEL para desempenho aeróbico intenso

VESTUÁRIO de boa qualidade!

Ótimo SENSO de HUMOR e muita disposição!

PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DA EXPEDIÇÃO:

Essa expedição em meio às Florestas de Mata Atlântica da Serra do Ibitiraquire tem como objetivo principal atingir pelo menos 2 dos 3 cumes mencionados, o Caratuva e Pico Paraná. 

São caminhadas intensas, em florestas. E você deve estar com o físico em dia para transportar sua carga e água! Ainda, estar protegido por bons vestuários para que você se sinta confortável no ambiente em questão. 

Deve-se levar em consideração a saúde geral do indivíduo, pois, o que pode ser fácil para um, pode ser quase impossível para outro. Tudo é relativo entre forma física x experiência x idade e principalmente, o ânimo, a motivação pessoal de conquistar sua marca diária. Sim, você pode!

O clima na região do Pico Paraná é caracterizado como “Clima Temperado Úmido com Verão Temperado” nas áreas mais altas de de planalto e serras, ou seja, úmido e chuvoso, principalmente nos meses quentes. 

Devido a isso, a procura pelas ascensões nas montanhas de serras brasileiras predomina nos meses mais frios, final de outono, inverno e início da primavera. Razão dessa ocorrência é justamente a dinâmica climática da região, que apresenta os maiores níveis de precipitação nos meses de verão e primavera. O inverno é o período mais seco e com as mais baixas temperaturas, a denominada “temporada de montanha”! 

E é nesse período que abrimos nossos serviços no complexo do Pico Paraná para você! Entre os meses de maio a setembro.

Um dos tópicos mais importantes para se ter sucesso em sua expedição além da sua boa saúde, é a sua alimentação. Seu corpo vai necessitar de muita energia durante dias caminhando. 

Nosso time de profissionais conta com um auxiliar “expert” em cozinha de expedição. Ele, irá preparar ótimas refeições para você no café da manhã e jantar, únicas ocasiões em que a cozinha de campo será montada (não espere por “almoço” durante o dia). Neste caso, durante o período de caminhada, você vai se alimentar de outras opções, chamamos de “ração de marcha”.

A “ração de marcha”, nada mais é do que a comida de sua preferência durante a atividade física. Recomenda-se beber muita água e ingerir alimentos saudáveis e energéticos à sua preferência. Frutas secas, castanhas, amêndoas, barras de cereal ou proteína, chocolates, frutas, etc. Resumindo: ENERGIA!

Em sua ficha de inscrição, você vai nos dar detalhes de sua dieta para que possamos lhe atender em relação à alimentação. Seja uma pessoa com intolerâncias a alguns alimentos, por exemplo: Glúten, carne, etc… 

PROGRAMAÇÃO:

Dia 1
Dia 1

TERRESTRE: SUA CIDADE - FAZENDA PICO PARANÁ

9h – Encontro de TODO o GRUPO na Fazenda Pico Paraná para organização geral - "Início dos Nossos Serviços"

 

10h 30min – Início da caminhada rumo ao Pico Caratuva – Cerca de 5 h de caminhada em terreno técnico, muito lento e íngreme. A trilha inicial é mais fluente, já a parte final é uma “escalaminhada” em altos degraus e raízes.

15-16h – Previsão de chegada ao cume – Baixa-se acampamento - Lanche pré janta / jantar e descanso.

Dia 2
Dia 2

CARATUVA - A2 do PICO PARANÁ - Via Trilha da Conquista

6h – Café da Manhã – Levantar acampamento.

9h – Partida para a aproximação ao Pico Paraná, o ponto culminante do Sul do Brasil – Serão cerca de 4 a 5 horas de caminhada até o Acampamento 2 (A2) do Pico Paraná. Um colo de montanha onde baixaremos acampamento – Segue com um lanche quente e breve descanso para os que pretendem atacar o cume ainda neste dia. Os demais, mais cansados, podem tentar o cume no dia seguinte pela manhã bem cedo.

Jantar e Descanso

Dia 3
Dia 3

A2 do PICO PARANÁ - ATAQUE ao ITAPIROCA - FAZENDA PICO PARANÁ

5h 30min – Ataque ao cume do Pico Paraná (para aqueles que não o fizeram no dia anterior) - estes, devem retornar até as 8h ao A2 para compartilhar o café da manhã com o restante do grupo e prosseguir levantando acampamento e deixando o mesmo rumo ao Itapiroca.

10h – Inicia-se a caminhada deixando o A2 rumo ao Itapiroca – Cerca de 4 horas até o cume. Segue com caminhada de aproximadamente 2 a 3 horas de retorno a base da montanha (Fazenda Pico Paraná).

18h – “Fim dos serviços”

  • A programação pode variar de acordo com o condicionamento físico, preparação e disposição dos participantes. 

O QUE ESTÁ INCLUSO:

  • Condutor (Líder de grupo)
  • Auxiliar/Cozinheiro
  • Entrada do Parque Fazenda Pico Paraná / Estacionamento
  • Todo Equipamento de Camping: Barracas 2P + Isolante Térmico + Saco de Dormir
  • Todos os utensílios de cozinha pessoal e de grupo
  • Tenda de GRUPO: Cozinha / Sombra / Chuva
  • Alimentação: 02 Cafés da Manhã + 02 Lanches Quentes “pré janta” + 02 Jantas – Alimentação especial para vegetarianos, intolerantes a glúten, lactose e dietas especiais (Neste caso você irá informar suas necessidades na inscrição)
  • Kit primeiro socorros para atendimento básico de emergência
  • Seguro específico para atividades de aventura
  • Equipamentos de Segurança: Primeiros Socorros / Rádio VHF Rastreador Via Satélite SPOT 

NÃO INCLUÍ:

  • Transporte até o local
  • Almoços e Jantas extra mencionado no programa (Sua “ração de marcha”)
  • Vestuário e equipamentos pessoais
  • Outras despesas pessoais (Lavanderia, bebidas, etc.)
  • Tratamento Médico
  • Qualquer custo de resgate
  • Gorjetas
  • Outras despesas pessoais não especificadas

INVESTIMENTO POR PESSOA: R$ 690,00

O QUE NOSSOS CLIENTES FALAM: