Publicado em Deixe um comentário

Você conhece o Shit Tube?

O Shit Tube é simplesmente um recipiente onde se acondiciona todo o material de descarte para transporte durante a prática de atividades ao ar livre, tendo como objetivo principal e único: descartá-las adequadamente após o retorno da sua atividade.

Embora seu uso atualmente esteja relacionado as fezes, ele pode e deve ser utilizado para qualquer tipo de descarte inclusive os de cozinha como cascas, sementes e sobras de comida.

“Mas os orgânicos, não vão fazer mal nenhum ao ambiente.”

Sabemos disso e concordamos em muitos casos, mas, o fato que ocorre não provém apenas do detalhe de se degradar ao meio ambiente, é também sobre a questão higiênica pensando exatamente em você, como um próximo, pois, além de ser completamente desagradável indivíduos de um grupo transitarem em meio a vários montes alheios de merda, de papel higiênico, lenços umedecidos e de fezes expostas que propagam doenças através dos animais silvestres e podem gerar contaminação das águas pluviais e contaminar também, você!  Também temos a questão de poluição visual, pois não é nada agradável encontrar cascas de laranja, cuspidas de pasta de dente, borra de café, entre outros ao ar livre.

Então, vamos prevenir tudo isso fazendo cada um a sua parte: enterrando as fezes da MANEIRA CORRETA ou melhor ainda, utilizando um SHIT TUBE. Acredite, não é vergonha nos dias de hoje você transitar pelas montanhas, trilhas e praias carregando seu tubinho, é sim, bonito, ético, higiênico. 

Eu não vou carregar minhas fezes, prefiro enterrar.

Com o aumento excessivo de pessoas nas montanhas e em diversos outros ambientes naturais, o meio não está conseguindo “administrar” todos os dejetos nele depositados. Nos ambientes frios principalmente, fezes de anos anteriores, ainda estão lá, esperando por você. 

Além disso, imagine você, em uma montanha com solo rochoso ou praticando escalada e então, vem a dificuldade de cavar um buraco para enterrá-la corretamente. Também, em um ambiente de alta montanha, por exemplo, onde a terra abaixo de seus pés está congelada. Remando ou descansando em uma praia paradisíaca do litoral catarinense, você vai fazer um buraco na praia para depois algo sair “boiando” pelo mar quando encher a maré? 

Boas práticas e Leave No Trace

Há exemplos da adoção do shit tube em muitos parques fora do Brasil, alguns, obrigatórios, inclusive. Por aqui, a prática vem ganhando força nas unidades de conservação e tornando-se ainda mais comum pendurado nas mochilas dos montanhistas mais conscientes. Também, junto às operadoras que compartilham e compactuam das boas práticas ao ar livre utilizando as técnicas de “Leave No Trace – Não Deixar Rastros“. 

A Casa de Aventura desde o inicio de seus trabalhos já aplica as boas práticas e princípios do Leave No Trace. Alvaro, seu fundador e Instrutor é um Master Educator formado pela NOLS Alaska, nos EUA e preza pela higiene dentro das atividades realizadas. 

A partir de 2020, as atividades realizadas por nós, incluindo você, nosso amigo cliente, estará operando e substituindo a nossa convencional prática do “buraco de gato” em grande parte das expedições e iniciando a implementação do uso do Shit Tube 🙂 

Em breve iremos lhe ensinar a fazer o seu shit tube artesanal e como você deve usar ele para suas necessidades.

Grande abraço!

 

Por:

IVO LEONARDO SCHMITZ

Amante dos esportes de natureza, montanhista, peregrino, remador, utiliza a bicicleta para mobilidade e viajar. Já conheceu muitos lugares e culturas pelo mundo, percorrendo grande parte do estado de Santa Catarina. 

Atualmente Diretor Presidente da ASSEPAVI – Associação de Ecoturismo, Preservação e Aventura do Vale do Itajaí, membro da Diretoria e Coordenador de Comunicação da FEMESC (Federação de Escalada e Montanhismo do Estado de Santa Catarina) e voluntário do Projeto Caminho da Mata Atlântica, uma trilha de longo curso que vai ligar o Rio de Janeiro até o Rio Grande do Sul.

Deixe uma resposta